segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Boletim de dezembro de 2012



Palestra de dezembro de 2012


       Os meus sinceros agradecimentos a todos, pela reverência e participação na Cerimônia Mensal de dezembro, o último deste ano. Agradeço também a dedicação de todos aos afazeres do Caminho no dia a dia, aos trabalhos do Kyokai e também pela sincera contribuição visando a comemoração dos 60 anos de fundação. Muito obrigado.
Hoje, manifestamos o nosso agradecimento pelas numerosas graças que recebemos no decorrer deste ano, seja para o nosso kyokai, como também a todos que reverenciaram no dia de hoje.
Como foi lido na Dedicatória, este ano recebemos a graça de 8 pessoas que fizeram o regresso a Jiba, que participaram do Seminário de Oyasato, Hinokishin Internacional do Seinenkai e Hinokishin do Regresso das Crianças a Jiba. Tivemos também 6 pessoas que receberam o Sazuke e se tornaram yoboku, 1 pessoa participou do Shuyokai, Seminário de 28 dias, e 11 pessoas participaram do Curso Estudantil. Além disso, graças à sinceridade de todos, este ano também, pudemos superar a meta de 50 mil yen de oferenda para a Sede da Igreja, alcançando a determinação espiritual. Agradeço o empenho e a dedicação de todos durante este ano, muito obrigado.
         Como falei no mês passado, no dia 26 de outubro, na Grande Cerimônia da Revelação Divina, o Shimbashira-sama fez a anuncio da Instrução 3, que são as orientações para passarmos os próximos três anos, mil dias, visando a celebração dos 130 anos do Ocultamento Físico de Oyassama. Antes, Shimbashira-sama disse o seguinte:
“Em janeiro do ano 179 da Revelação Divina (2016), será realizada a celebração dos 130 anos do Ocultamento Físico de Oyassama. E, como já foi dito repetidas vezes, os decenários de Oyassama não são como aqueles em que se reúnem os parentes e as pessoas relacionadas para louvarem as virtudes, relembrando a personalidade daquele que retornou.
Nos decenários de Oyassama, visa-se principalmente contentar Oyassama eternamente viva, mostrando-lhe o aspecto da evolução espiritual desenvolvida por nós, filhos do caminho, durante o período determinado e o resultado das atividades realizadas em união espiritual.”
         Assim, primeiramente vou fazer a leitura da Instrução que já está no Jornal Tenri deste mês.

         INSTRUÇÃO 3
Antecipando-se à celebração dos 130 anos do Ocultamento Físico de Oyassama no ano 179 da Revelação Divina (2016), expresso o meu pensamento de modo que contribua para a maturação de todos os seguidores do Caminho e para as atividades em união espiritual.
Para salvar toda a humanidade Oyassama revelou o derradeiro ensinamento e deixou o caminho da vida-modelo, trilhando durante 50 anos com dedicação sincera à salvação e plena de amor maternal pelos seus queridos filhos.
Durante esse período, ensinou o Serviço da Salvação, esclareceu a origem de todas as coisas, preparou as condições do Caminho e, em 26 de janeiro de 1887, instando ainda mais a execução do Serviço que tanto mencionava, ocultou-se fisicamente apressando a evolução espiritual das pessoas. Desde então, segundo as palavras: “A partir de agora, farei a salvação”, continua a nos orientar ainda hoje, sem nenhuma alteração, estando à frente da salvação mundial com a razão eternamente viva.
O significado de celebrar as cerimônias decenárias de Oyassama está no fato de corresponder a este infinito amor maternal. É uma época oportuna em que cada yoboku, com espírito renovado, deve trabalhar ativamente tendo como referência a vida-modelo, gravando no coração o objetivo da Revelação Divina, e elevando a consciência como yoboku da construção do mundo de vida pela de alegria e felicidade.
A vida plena de alegria e felicidade é a imagem de um mundo em que todos os seres humanos, que são filhos de Deus-Parens, vivem salvando uns aos outros.
A ambição é lamaçal sem fim.
Purifiquem o espírito inteiramente. É o paraíso! HS. X-4
Se ao menos o espírito for purificado completamente,
tudo será somente prazer. ED. XIV-50
Conforme esses versos, a vida plena de alegria e felicidade é também o modo de viver purificando o espírito.
A ambição desmedida que desconhece a moderação faz com que as pessoas se equivoquem no caminho, cria os conflitos, e por fim, perturbando a harmonia do mundo, pode colocar em risco o seu futuro.
A condição social atual é o fortalecimento da tendência de pensar: “se ao menos eu estiver bem”, e isso enfraquece cada vez mais o laço fraterno entre as pessoas, colocando em risco até os vínculos familiares. É exatamente um movimento da sociedade que dá as costas para a vida plena de alegria e felicidade.
A missão das pessoas que seguem este ensinamento é promover a salvação do mundo, transmitindo a intenção do Parens original às pessoas que carregam a insegurança em relação ao futuro por não terem um ponto de apoio espiritual.
Agora é a época em que todos nós, filhos do Caminho, devemos entrar em ação e dedicar esforços na reforma do mundo, mostrando às pessoas a forma de viver purificando o espírito e ajudando uns aos outros.
O yoboku, aprendendo e assimilando o ensinamento, através da sua prática no dia a dia, deve se tornar uma pessoa admirável nas localidades. A começar do casal, que tem a razão do abraço entre o céu e a terra, cada qual deve corrigir a própria conduta familiar, praticar a salvação mútua e expandir o círculo da vida plena de alegria e felicidade a partir dos próximos.
Ainda, ligando o espírito à igreja e conduzindo-nos a ela com frequência, devemos executar o Serviço que é a sua missão, e ao mesmo tempo, tendo o condutor ao centro, projetar ao mundo a imagem de modelo da vida plena de alegria e felicidade.
Há momentos em que Deus-Parens, preocupando-se com o futuro dos filhos, apressa a mudança do espírito através de diversos nós.
O que quer que Tsukihi realize,
é somente pelo desejo único de salvá-los. ED. XII-78
No entanto, ensina que tudo é unicamente pelo amor parental de querer salvar todos os seres humanos.
Todas as calamidades e as dificuldades são manifestações do amor parental que busca a limpeza do espírito. A começar pela própria reflexão, devemos entender que através dos fatos mostrados, está sendo apressada a salvação das pessoas e devemos nos empenhar ativamente nesta salvação.
Ainda, preocupar-se constantemente com a salvação das pessoas é a atitude dos seguidores do ensinamento que declama a salvação mundial, e é também o caminho através do qual poderemos ser salvos verdadeiramente, conforme é ensinado:
“Salvando os outros, estará salvando a si mesmo.”
A salvação começa pela atenção às pessoas ao nosso redor. Se houver pessoas que estão sofrendo ou aflitas com as doenças e os problemas, antes de tudo, vamos solicitar a sua solução, transmitir voluntariamente algumas palavras e estender as mãos da salvação. Vamos ministrar o Sazuke com toda a sinceridade às pessoas que sofrem de doença, ouvir atentamente a aflição das pessoas, confortando-as e, ao mesmo tempo, transmitir-lhes a vontade do Parens e orientá-las para que possam reformar o espírito. Além disso, instruí-las até que possamos realizar juntos a salvação dos próximos.
Fazendo com que todas as pessoas do mundo venham a conhecer o Parens original e despertem para a verdade de que todos somos irmãos, salvando uns aos outros no mais fraterno relacionamento, avancemos ativamente na construção do mundo, visando a concretização da vida repleta de alegria em que participam juntos Deus e os seres humanos.
Durante os três anos, mil dias, tendo em vista os 130 anos do Ocultamento Físico de Oyassama, nós yoboku, como instrumentos de Oyassama, vamos avançar nesses trabalhos cientes da nossa missão, desejando constantemente contentar Oyassama eternamente viva.
Em 26 de outubro do ano 175 da Revelação Divina
Shimbashira Zenji Nakayama

         Bem, esta é a Instrução visando o próximo decenário de Oyassama. O ponto principal é a realização da salvação.
Este Caminho tem como ensinamento um grande objetivo de salvar todas as pessoas do mundo sem nenhuma distinção. Oyassama nos ensinou a caminhada para cumprir essa missão, e ainda, a vida-modelo de Oyassama mostrada pessoalmente é o exemplo de como os filhos do Caminho devem trilhar o dia a dia.
         De uma forma geral, salvar quer dizer, tirar as pessoas de uma situação de dificuldades, como as calamidades, as guerras, ou ainda, de doenças e da pobreza.
         Quer dizer que através das doenças, estimula a limpeza do espírito, ensinando que mostra sinais para reformar o espírito. E é o mesmo com os problemas circunstanciais. É um aviso às pessoas que receberam a orientação e aquelas envolvidas. Por isso, mesmo que seja curado pelo tratamento médico, se não fizer a limpeza do espírito, se não reformar o espírito para que corresponda ao desejo de Deus-Parens, não se torna no verdadeiro significado de ter sido salvo.
         Refletindo sobre a intenção contida nos problemas físicos e circunstanciais, deve-se analisar e retratar a própria caminhada e o uso espiritual, esforçando na reforma do espírito naquele que condiz com a vontade divina ao mesmo tempo em que se empenha na limpeza do coração.
         Ao final da palestra, Shimbashira-sama disse:
“Deste modo, vamos iniciar a época oportuna dos três anos, mil dias. Época oportuna quer dizer, intencionados em praticar mais do que em tempos normais, e conscientes disso, visar o decenário de Oyassama.
Nesta época oportuna, desejo que um grande número de yoboku possíveis possa praticar a salvação. Para tanto, primeiramente venho solicitar aos condutores de igreja e aos senhores que podem ser chamados de veteranos do Caminho, o empenho pessoal exemplar aos demais.”
Neste último tsukinamisai do ano, gostaria de agradecer a todos pela reverência mensal, pela participação do Serviço Sagrado, e as oferendas feita para a Sede da Igreja, para o Dendotyo e para o Kyokai. Além disso, agradeço aos yoboku que fizeram a ministração do Sazuke aos doentes, e para todos que estiveram sempre atentos em convidar e incentivar as pessoas para fazerem o koshu, o curso estudantil, o shuyokai e o regresso a Jiba.
O Gantasai, Cerimônia de Ano-novo será no dia 1° de janeiro as 8 horas da manhã e a Grande Cerimônia, Taisai, será no dia 6, as 11 horas.
 Desejando boas festas a todos e um excelente ano de 2013, termino as minhas palavras. Muito obrigado.

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Boletim de novembro de 2012



Palestra de novembro de 2012


Os meus sinceros agradecimentos a todos que vieram reverenciar e participar da Cerimônia Mensal de novembro do Kyokai. Agradeço também a dedicação de todos aos afazeres do Caminho no dia a dia, aos trabalhos do Kyokai e também pela sincera contribuição visando a comemoração dos 60 anos de fundação. Muito obrigado.
        
         Este mês gostaria de falar sobre alguns episódios de Oyassama onde foi explicada como é a força de Deus.
No mundo ainda existem muitas pessoas que não acreditam na existência de Deus e também em sua onipotente providência. Na época em que Oyassama vivia fisicamente não era diferente.
Certa ocasião, quando uma pessoa indagou sobre a existência de Deus, ela respondeu:
- Se disser que existe, existe. Se disser que não existe, não existe. Pois Deus é a imagem que se vê na graça concedida ao pedido realmente sincero.
         Segundo essa explicação, podemos sentir o trabalho e a existência de Deus vendo o surgimento da graça da cura de uma doença ou a solução de um problema, após fazer o pedido com todo o fervor.
         Creio que todos que estamos aqui já passamos e sentimos esse trabalho por diversas vezes.
Em vários episódios, temos a possibilidade de entender como ela demonstrou concretamente o trabalho e a existência de Deus, exemplificando principalmente na força física.
Quando jovens fiéis regressavam a Residência, Oyassama costumava fazer a competição de forças. Tinha ocasiões em que pedia para apertar a mão com toda a força ou então, puxá-la pelas mãos para tirá-la da almofada em que estava sentada. Por exemplo, no episódio 75, Isto é a Razão Celeste.
Em 1879, Bunkiti Nakagawa foi salvo de uma doença nos olhos e foi até a Residência para agradecer a Oyassama que lhe disse:
- Seja bem-vindo de regresso à Terra Parental. Que tal competir comigo em aperto de mãos.
Ele sempre se orgulhava de sua força, por isso, achou que não perderia para uma senhora como Oyassama e apertou o pulso dela com toda a força e ela pez o mesmo com o pulso dele. Estranhamente, quanto mais força ele impunha, mais doía o seu pulso. Chegou ao ponto de não aguentar mais a dor e pediu perdão. Então Oyassama disse:
-Não é preciso assustar-se. Se os filhos derem sua força, o Parens também dará a sua força. Isto é a razão celeste. Entendeu?
Este episódio tem relação com a expressão: “Se os homens se animarem, Deus também se animará.” Significa que Deus aceita o espírito animado dos homens e também se anima, concedendo a sua graça e a sua proteção.
No episódio 152, A Força em Dobro.
Em 1884, Unossuke Tossa regressou conduzindo 26 fiéis. Oyassama disse:
- Tossa, embora regresse assim de tão longe, se não gravar bem no coração a verdadeira força de Deus, não se sentirá seguro para trazer tanta gente. Hoje, experimente a força de Deus.
Oyassama segurou uma toalha com o indicador e com o polegar e deu a outra extremidade para ele puxar. Tossa puxou com toda a força mas não conseguiu tirar das mãos dela. Então ela disse:
- Isto é a força em dobro de Deus.
No episódio 174, Se Afrouxar a Força.
Um ex-samurai, conhecido por ser exímio em jiu-jitsu e kendo, regressou a Jiba e encontrou-se com Oyassama que lhe disse:
-Nakano, você é conhecido como um homem forte. Então, experimente livrar-se das minhas mãos.
Ela segurou ambos os pulsos dele que tentou desvencilhar-se. Concentrou toda a sua força, mas de nada adiantou. Oyassama permanecia apenas sorrindo.
Percebeu que quanto mais puxava impondo força, sentia os pulsos cada vez mais apertados e não aguentando a dor, pediu perdão. Então, ela disse:
-Não é preciso pedir perdão. Se afrouxar a força de sua parte, Deus também afrouxará. Se impuser força de sua parte, Deus também imporá. Este não é um fato apenas deste momento.

Podemos perceber que em todas as situações, jovens vigorosos, não obtinham êxito, pois a força demonstrada pela Oyassama era sempre maior. Todos caíam rendidos e ficavam admirados pela força mostrada por uma senhora de mais de 70 anos de idade. Nesses momentos ela dizia o seguinte:
- Se os filhos derem sua força, o Parens também dará sua força. Isto é a razão celeste.
- Não tem mais força além disso? Do lado de Deus, a força é dobrada. Dizia também:
- Se afrouxar a força de sua parte, Deus também afrouxará. Se impuser força de sua parte, Deus também imporá.
Através desses exemplos, Oyassama procurou mostrar de maneira visível para os fiéis, a existência de Deus e o seu inestimável trabalho concedido a todos os seres humanos.
Podemos compreender que o trabalho e a providência de Deus depende unicamente do espírito de cada um. Se as pessoas trabalharem animadas, sentindo gratidão pelas providências concedidas por Deus, com certeza isso vai se tornar a fonte do surgimento de mais graças ainda.
Impor a nossa força significa praticar o ensinamento de Oyassama no dia a dia. É dedicar o nosso esforço na divulgação e na salvação. Deus, observando essa força de cada um, vai conceder também a sua graça, em dobro.

Como falei no mês passado, na Grande Cerimônia de outubro realizado no dia 26, em Jiba, data da comemoração da Revelação Divina, Shimbashira-sama, em sua palestra, fez o anuncio da Instrução 3.
Como sabem, a instrução é a orientação para todos nós seguirmos durante os próximos três anos, mil dias, visando a celebração dos 130 anos do Ocultamento Físico de Oyassama.
Como já foi dito repetidas vezes, os decenários de Oyassama não são como aqueles em que se reúnem os parentes e as pessoas relacionadas para louvarem as virtudes, relembrando a personalidade daquele que retornou.
Nos decenários de Oyassama, visa-se principalmente contentar Oyassama eternamente viva, mostrando-lhe o aspecto da evolução espiritual desenvolvida por nós, filhos do caminho, durante o período determinado e o resultado das atividades realizadas em união espiritual.
Nesse sentido, a instrução nos proporciona a postura espiritual necessária para realizar as atividades desse decenário, em união e harmonia por todos nós.

         Agradecendo a presença e a participação de todos, termino as minas palavras. Muito obrigado.

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Boletim de outubro de 2012



Palestra de outubro de 2012


Os meus sinceros agradecimentos a todos que vieram reverenciar e participar da Grande Cerimônia de outubro do Kyokai. Agradeço também a dedicação de todos aos afazeres do Caminho no dia a dia, aos trabalhos do Kyokai e também pela sincera contribuição visando a comemoração dos 60 anos de fundação. Muito obrigado.
        
Como os senhores já sabem, este Grande Serviço de outubro é realizado todos os anos, celebrando a determinação de Oyassama como sacrário de Deus-Parens, quando ele se revelou ao mundo no dia 26 de outubro de 1838.
Isto é, no dia 26 de outubro, estará sendo celebrado em Jiba, a Grande Cerimônia do ano 175 da Revelação Divina. Podemos dizer que é o aniversário do Tenrikyo, o dia original deste Caminho.
Nessa oportunidade, após relembrar de maneira resumida sobre a Revelação Divina, através do livro Minuta da Vida de Oyassama, gostaria de refletir sobre a atitude que nós devemos tomar.
Antes da Revelação Divina, os Nakayama eram agricultores.
Em 26 de outubro de 1837, um ano antes, Oyassama fazia os trabalhos agrícolas de plantio de trigo, quando repentinamente começou a doer a perna esquerda de seu filho Shuji. Os pais usaram de todos os artifícios, e ao melhorar por algum tempo, novamente vinha a sofrer, repetindo a dor por nove vezes num período de um ano.
Em 23 de outubro de 1838, além da dor na perna de Shuji, o marido Zembee sentiu dor nos olhos, e Oyassama dores lombares, os três juntos passaram a sofrer. Assim, como das vezes anteriores, solicitaram ao asceta Itibee para que realizasse a prece evocatória às divindades,
Na manhã do dia 24, como a pessoa que atuava como receptora estava ausente, Oyassama atuou em em lugar e realizou a oração. De repente, durante a oração, a sua aparência se alterou, dizendo:
“Eu sou o Deus original, o Deus verdadeiro. Nesta casa há uma predestinação. Desta vez, revelei-me neste mundo para salvar toda a humanidade. Desejo ter Miki como meu Sacrário.”
Estas foram as palavras que Deus-Parens proferiu pela primeira vez, ressoando no ouvido das pessoas. As pessoas ficaram surpreendidas, alegaram que na família ainda havia crianças a serem criadas e que exercia funções na vila. Diziam haver outras famílias mais dignas, e que para lá se transferisse.
Apesar dos diversos pedidos de sua retirada, Deus original não se moveu de maneira nenhuma. Durante três dias, Deus-Parens e o marido Zembee continuaram a discutir.
Durante esse período, Oyassama continuou sentada, sem ter feito uma refeição e nem descansado uma única vez, e em certas horas, revelava a vontade do Deus original.
Nesse período, com o enfraquecimento físico de Oyassama, Zembee preocupado com a sua vida, decidiu firmemente dizendo:
“Concedo vos Miki.”
Assim, aceitou o pedido de Deus-Parens. Nesse momento, pela primeira vez a aparência tensa e agitada dela serenou. Oyassama foi estabelecida como Sacrário de Deus-Parens e, com a introdução do espírito de Deus, expôs a vontade divina e iniciou o derradeiro ensinamento para a salvação do mundo. Era justamente oito horas da manhã do dia 26 de outubro de 1838.
Dias após, Oyassama ensinou na ocasião em que Deus-Parens criou a humanidade, reunindo os instrumentos, e prometeu que quando chegasse o tempo pré-determinado eles seriam reverenciados como deuses, e 8 horas da manhã do dia 26 de outubro significava a chegada dessa data prometida.
Deus-Parens determinou Oyassama como seu Sacrário porque era a pessoa que possuía a alma de Izanagui-no-mikoto que desempenhou a função de mãe no momento da criação dos seres humanos.
E Deus-Parens revelou-se na região de Yamato, distrito de Yamabe, vila de Shoyashiki na residência dos Nakayama, por ser esta o local da criação da humanidade.
Nós chamamos a isto de “a predestinação da alma de Oyassama”, “predestinação da Residência” e “razão do tempo predeterminado”, e nesta Grande Cerimônia de outubro esse conjunto das três grandes predestinações da revelação divina nos faz relembrar a sequência de acontecimentos ocorridos antes e depois do dia 26 de outubro de 1838, e faz renovar a conduta e o espírito de devoção. Existe um significado muito grande no fato de refletirmos profundamente sobre a verdade da vontade de Deus-Parens revelar-se ao mundo.
Oyassama que foi determinada como Sacrário de Deus-Parens, a partir desse dia, a sua aparência humana não mudou, mas o seu espírito e as suas atitudes eram a representação do próprio espírito de Deus-Parens.
Uma simples dona de casa de uma família de agricultores de Yamato, aquela figura respeitada por todos as pessoas não era mais a mesma. A partir daí, Oyassama foi ridicularizada e zombada pelas pessoas, pois começou a explicar os fatos da origem que ninguém conhecia até então.
Porém, as pessoas, ouvindo as palavras de Oyassama, até começarem a acreditar levou-se muito tempo. Oyassama, para que as pessoas compreendessem a verdade fez um grande sacrifício. Mas graças a isso, nós pudemos conhecer a verdade de todas as coisas.
Para nós, quais são as posições de Oyassama? Como “Sacrário de Deus-Parens”, ensinou em detalhes a vontade de Deus-Parens; como “Parens da vida-modelo” demonstrou o exemplo de conduta que Deus-Parens deseja que nós vivamos, e ainda, mesmo após ocultar-se fisicamente, sem nenhuma alteração por todas as gerações, continua não só concedendo a graça como em vida, mas também trabalhando sem parar para a realização do mundo pleno de alegria e felicidade e pela dedicação sincera à salvação.
As inúmeras expressões do amor parental aprendido por nós através de Oyassama fundamentam-se no fato de que os seres humanos foram criados neste mundo com o objetivo de Deus ter o prazer de ver viverem plenos de alegria e felicidade, e participar dessa alegria.
Assim para que os seres humanos pudessem viver nesse mundo da melhor maneira possível e sem nenhuma dificuldade, Deus-Parens criou a estrutura do corpo humano, e trabalha internamente, concedendo as 10 providências divinas. Dessa forma, não sentimos qualquer dificuldade para usarmos livremente o corpo.
Além disso, toda a caminhada de Oyassama é a expressão do espírito dedicado à salvação. Como processo deste caminho da salvação, ensinou o Serviço do Kagura, entregou o Dom de Sazuke para salvar os próximos e explicou a começar da história da criação original dos seres humanos, a intenção de Deus-Parens e muitas outras coisas.
         Deste modo, neste mês da comemoração dos 175 anos da Revelação Divina, é importante refletirmos novamente sobre o desejo de Deus-Parens demonstrado através da vida-modelo deixada pela Oyassama e renovarmos a nossa determinação de que diariamente nos esforçaremos em sua prática.
         Agradecendo a presença e a participação de todos, termino as minas palavras. Muito obrigado.

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Boletim de setembro de 2012



Palestra de setembro de 2012


Os meus sinceros agradecimentos a todos que vieram reverenciar e participar da Cerimônia Mensal de setembro do Kyokai. Agradeço também a dedicação de todos aos afazeres do Caminho no dia a dia, aos trabalhos do Kyokai e também pela sincera contribuição visando a comemoração dos 60 anos de fundação. Muito obrigado.
        
         Bem, hoje gostaria de falar um pouco sobre as orientações que recebemos de Deus-Parens. Essas orientações podem ser em forma de doenças ou de problemas que sofremos diretamente ou que acontecem com as pessoas mais próximas e acabamos por sofrer juntos.
         Todos nós sabemos que as orientações que recebemos não são castigos ou que Deus-Parens faz isso apenas para ver os seus filhos passarem por dificuldades e sofrimentos. Ao contrário, são manifestações do acúmulo das nossas poeiras espirituais e das más predestinações que possuímos.
         Assim, sempre é nos ensinado o mais importante é fazer sempre a reflexão das nossas atitudes, corrigir os nossos defeitos e maus hábitos, ou seja, fazer a limpeza das poeiras espirituais. Entretanto, sabemos que isso não é algo tão fácil de ser feito.
         Mesmo conhecendo o ensinamento de Oyassama, muitas vezes ficamos desanimados ou perdemos um pouco a fé diante das doenças e dos problemas que acabam surgindo em nossas vidas.
         Assim, gostaria de ver alguns episódios da vida de Oyassama para estudar um pouco sobre como os antigos mestres agiram diante das orientações recebidas de Deus para que isso possa se tornar também a nossa maneira de fazermos as respectivas reflexões.
         No episódio número 8, ‘Um Pequeno Aviso no Corpo’, temos que Koto Nishida saiu de casa pensando em ir orar no santuário Inari da vila de Senzoku por causa da dor de dente. Sem perceber, dirigiu-se ao leste em vez de ir para o norte, onde ficava Senzoku e no caminho encontrou-se com uma pessoa da família Okuda que perguntou aonde ela ia. Depois de um breve diálogo foi dito que se fosse a Shoyashiki, seria salva de qualquer doença.
         Desde modo, foi imediatamente visitar a Residência. Já era final de tarde, mas Oyassama recebeu-a dizendo:
         ‘Seja bem-vinda de regresso! Estava-a esperando.’ E continuou:
         ‘Foi um pequeno aviso no seu corpo.’ Em seguida, recebeu o hattaiko abençoado e ouviu os ensinamentos de Deus. Na hora de voltar para casa já estava completamente curada da dor de dente, mas deixou de visitá-la por quatro a cinco dias. Veio então uma forte dor nos olhos e foi imediatamente visitar Oyassama que lhe disse:
         ‘Foi um aviso no seu corpo.’ Ouviu novamente os gratos ensinamentos e estava curada quando ia voltar para casa. Após isto, durante três dias, Koto frequentou a Residência para fazer a limpeza, levando a sua refeição. Foi assim que se iniciou na fé.
        Em outro episódio, número 166, ‘Sinal no Corpo’, temos que em outubro de 1885, Naramume com oito anos de idade, filha de Ujiro Tanioka da vila de Tishawara, torceu o pé e isso evoluiu para reumatismo, e as dores fizeram-na chorar por três dias e três noites.
         Ela recebeu tratamentos médicos e foram feitas preces e orações nas vizinhanças, mas não sarava de nenhuma maneira e a dor ficava mais forte.
         Então, receberam a orientação de Omitsu Matsuura da mesma vila, que lhes ensinou a oferendar a luz de uma lamparina e orar voltados para Jiba: “Por favor, suspenda a dor antes que esta chama se apague.” Fizeram imediatamente como fora ensinado e rezaram com fervor jurando firmemente: “Se for salva, transmitiremos esta fé aos filhos e netos.” Ela recebeu a graça e as dores dos braços e das pernas, que a fizeram chorar até então, desapareceram.
A alegria foi tanta que Ujiro decidiu agradecer e regressou à Residência pela primeira vez carregando a filha nas costas. Encontrou-se com a própria Oyassama e pôde agradecer pessoalmente pela salvação.
Pouco tempo depois, Ujiro ficou doente do pulmão e emagreceu tanto que causava dó. Então, regressou à Residência e levado à presença de Oyassama, recebeu estas palavras:
“Atraí-o pondo um sinal no seu corpo.”
E foi-lhe dito para que voltasse com a roupa trocada. Apresentou-se na manhã seguinte bem trajado e recebeu o Dom do Sazuke. E logo viu-se curado do mal que se dizia incurável.
Emocionado, passou a andar de casa em casa praticando a salvação em sua terra natal. Mais tarde, ainda na época em que Oyassama estava presente fisicamente, mudou-se de Tishawara para a Residência, e passou a servir nos afazeres agrícolas.
         Através destes dois episódios dos antigos mestres, podemos entender que as orientações são sinais para as pessoas serem atraídas para junto de Deus-Parens. Essas duas pessoas iniciaram uma nova vida com muitas alegrias, dedicando-se na Residência.
         Por isso, os problemas e as doenças são avisos ou sinais de Deus-Parens. Não se pode pensar que é apenas um problema ou uma desgraça. Se através desses avisos conseguirmos refletir e determinar que vamos dedicar para a construção do mundo de vida plena de alegria e felicidade, com certeza iremos receber a graça da salvação.
         Quando determinamos que iremos dedicar ao máximo é que novos caminho de alegria irão se abrindo a nossa frente. É ensinado que os problemas e as doenças são as flores do caminho.

         No episódio número 87, ‘Porque os Próximos Gostam’, temos que Oyassama havia dito ao Izo Iburi para que regressasse logo à Residência. Porém, com três filhos pequenos e ao pensar no futuro, ocorriam-lhe diversas preocupações e não conseguia tomar uma decisão.
          Assim, mais tarde, a segunda filha Massae veio a ter uma moléstia dos olhos e o filho único Massajin, a perder repentinamente a fala. Com isso, a mãe Ossato procurou Oyassama e explicou: “Desejamos regressar o mais breve possível, mas não podemos desfazer as gentilezas que o pessoal de Itinimoto nos proporciona. Embora tenhamos no coração as vossas palavras, passamos prorrogando os dias.” Então, foi-lhe dito:
“Deus gosta porque os próximos gostam. Quando os outros desejam, Deus também deseja. Quando os outros gostam, Deus também tem prazer.”
Ossato insistiu: “Meus filhos ainda são pequenos. Por isso, solicito esperar até que cresçam.” Então, Oyassama afirmou:
“Há prazer no futuro porque têm filhos. Não haveria prazer se fossem somente os pais. Que regressem logo.”
Então, Ossato prometeu-lhe: “Regressaremos sem falta” e voltou para casa. Os dois filhos haviam recebido uma plena graça.
Através deste episódio podemos entender que quando alguém é muito querido e admirado pelos outros, Deus também deseja usar essa pessoa para os seus trabalhos.
Às vezes, Deus mostra orientações nos filhos para incentivar os pais a fazerem a reflexão e a mudança espiritual para que possam trabalhar pela salvação das pessoas.
Oyassama deseja que tornemos o nosso coração amável e gentil para que sejamos queridos pelas pessoas e assim, Deus também terá prazer. Os pais sentem prazer pelo futuro vendo o crescimento dos filhos.
Como foi dito, não haveria prazer se fossem somente os pais. Deste modo, é importante para os pais deixarem transmitida firmemente a alegria desta fé aos filhos desde pequenos.
Mesmo aqui no kyokai, muitos pais trazem os filhos desde pequenos. Essa atitude vai se tornando um hábito e a fé vai sendo transmitido de geração a geração. Não há outro caminho para a felicidade, a não ser seguir o ensinamento de Oyassama.

Bem, este mês é realizado tanto no Japão como em muitos países, o Dia da Divulgação. Creio que em cada regional do Yonomotokai já tenha sido marcada a data da divulgação.
Juntamente com o Jornal Tenri deste mês, coloquei junto alguns panfletos. Mesmo que não participem juntamente com a regional, gostaria que entregassem tanto os jornais como os panfletos, como uma forma de divulgação.
Além disso, em julho tivemos a visita de doutrinação do Dendotyo. Na ocasião, o reverendo Watanabe fez a palestra em japonês. Muitas pessoas ficaram interessadas em sua palestra, onde o tema foi o casal.
Assim, fiz um pedido a ele, e recebi a palestra e a permissão para traduzir e entregar para as pessoas do kyokai e coloquei também juntamente com o jornal.
Vamos realizar o mitamasai no 4° domingo, para homenagear os antepassados. Gostaria de contar com a presença de todos.
         Mês que vem, vai ser comemorado os 175 anos da Revelação Divina. É o mês da realização da Grande Cerimônia de Outubro, o mês do aniversário da Tenrikyo. Assim, gostaria de contar com a presença e a participação de todos e de toda a família.
         Agradecendo a presença e a participação de todos, termino as minas palavras. Muito obrigado.

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Boletim de agosto de 2012



Palestra de agosto de 2012


Os meus sinceros agradecimentos a todos que vieram reverenciar e participar da Cerimônia Mensal de agosto do Kyokai. Agradeço também a dedicação de todos aos afazeres do Caminho no dia a dia, aos trabalhos do Kyokai e também pela sincera contribuição visando a comemoração dos 60 anos de fundação. Muito obrigado.
         No mês passado, sete pessoas fizeram o regresso a Jiba para participarem do Seminário de Oyasato, do Corpo de Hinokishin Internacional do Seinenkai e do Corpo de Hinokishin do Regresso das Crianças a Jiba. Além disso, 4 pessoas receberam o dom do Sazuke. Assim, recebemos a graça de mais quatro novos yoboku. É algo realmente gratificante.
         Como foi lido na Dedicatória, este mês está fazendo 32 anos desde que este shinden foi inaugurado, graças a dedicação de muitas pessoas que hoje não estão mais presentes. Entretanto, por ter havido a sinceridade dessa pessoas e de muito dos senhores que estão presentes hoje é que mensalmente, estamos podendo realizar alegre e animadamente o Serviço Sagrado da salvação ensinado pela Oyassama.
         Antes de fazer a palestra, gostaria que tanto os participantes do Seminário de Oyasato, Tissato Ota e Guilherme Yuji Shimada e também os participantes do Corpo Internacional de Hinokishin, Issao Kamo, o filho Adriano Massato e Jairo Massao Murata e a participante do Corpo de Hinokishin do Regresso das Crianças a Jiba falassem um pouco sobre a experiência em Jiba.

         Muito obrigado pelos relatos de todos e tenho a certeza de que a experiência passada em Jiba ficará para sempre como uma boa lembrança e com aquela vontade de novamente fazer o regresso.
         Bem, hoje gostaria de fazer uma breve explicação do Seminário de Oyasato, realizado todos os anos em Jiba e também do Corpo de Hinokishin Internacional do Seinenkai e do Corpo de Hinokishin do Regresso das Crianças a Jiba, pois no mês passado, como foi relatado, tivemos a participação de pessoas do nosso kyokai em todos esses eventos.
         O Seminário de Oyasato é promovido pelo Departamento de Missões Exteriores, Kaigaibu. Tem a finalidade de reunir os jovens seguidores do Caminho em Jiba para estudar e praticar o ensinamento de Oyassama. Graças ao empenho de muitos pais, todos os anos, estamos tendo a participação dos jovens do nosso kyokai também.
         O seminário tem a participação de jovens, filhos de fiéis com idade entre 17 e 20 anos e acontece sempre em Jiba no mês de julho, do dia 10 ao dia 27.
         Este seminário teve início em 1984, com a finalidade de orientar para o caminho da fé, os jovens de países estrangeiros. Esses jovens, reunindo-se em Jiba, se esforçam em aprimorar a fé durante mais de duas semanas, participando de aulas de doutrina e também da prática do ensinamento.
         Este ano, houve a participação de 79 jovens de 11 países, como o Estados Unidos, Havaí, Canadá, Uganda, Austrália, Hong Kong, Paraguai, México, Colômbia, Brasil e Taiwan. Os cursos foram divididos em inglês, chinês, espanhol e português com 28 pessoas.
         Na cerimônia de abertura realizada no instituto de línguas, Tenrikyo Gogakuin, o chefe do Kaigaibu, reverendo Miyamori disse o seguinte aos participantes: “Todos regressaram ao local original da criação dos seres humanos que é Jiba. Pode se dizer que aqui foi o local aonde aconteceu o primeiro milagre, ou seja da criação humana. Desejo que durante a permanência em Jiba, no dia a dia do curso, se esforçassem em sentir as imensas e milagrosas graças concedidas por Deus-Parens que muitas vezes deixamos passar despercebidas.”
         Com essas palavras, animou e incentivou os alunos do seminário a se dedicarem ao máximo, sentindo como é gratificante pode estudar em Jiba, local onde se encontra Oyassama eternamente viva. Em seguida, os alunos e os responsáveis se dirigiram até o Shinden, e fizeram o Onegai Zutome, solicitando a graça para a condução normal durante todo o seminário.
         A primeira semana é voltada para as aulas de doutrina, vida de Oyassama, treino de Otefuri e dos instrumentos, além do hinokishin diário tanto no alojamento como na escola. Fazem também a caminhada Jusan Togue de quase 20 quilômetros.
Esta caminhada é para relembrar a primeira divulgação feita pela filha de Oyassama, Kokan quando estava com 17 anos de idade. Ela e mais três acompanhantes saíram da Residência e se dirigiram a pé, a Osaka no ano de 1853, quando passaram pelo Jusan togue. Nesse mesmo ano tinha acontecido o retornamento do pai Zembee e tinham vendido a mansão da família.
         A segunda semana é voltada para a prática da divulgação. Este ano, os brasileiros foram até a Casa de Missionamento de Hiroshima, Fukyo-no-Iê. Esta Casa de Missionamento existe em vários locais no Japão. Durante um ano, as pessoas que entram nessa casa, praticam unicamente a divulgação todos os dias, de manhã até ao entardecer.
Deste modo, os alunos brasileiros, juntamente com os jovens japoneses dessa casa de missionamento, andam de casa em casa dessa região durante todo o dia, fazendo a divulgação. Quando podem, fazem também a ministração do Sazuke aos doentes. Além disso, fazem palestras em frente à estação de trem ou parque e cantam os hinos pelas avenidas e ruas da cidade e fazem hinokishin de limpeza.
Geralmente, ficam sem o almoço, pois saem de manhã e voltam somente à tarde. Essa é uma forma de sentir as dificuldades e os sacrifícios dos antepassados que, muitas vezes, sem terem o que comer, andavam de casa em casa transmitindo o ensinamento de Oyassama.
Ao regressarem a Jiba, tem a oportunidade de participarem de um jantar com o Shimbashira-sama e esposa e o responsável do curso apresenta um por um, os alunos à ele. Com certeza é uma grande honra e é algo inesquecível.
No dia 26 de julho, reverenciam a Cerimônia Mensal da Sede da Igreja, Honbu e com o início do regresso das crianças, Kodomo Ojiba Gaeri, à noite, participam do desfile juntamente com o grupo do Brasil do Oyasato Paredo. O Seminário termina no dia 27 com a cerimônia de encerramento e a despedida com todos os participantes.

O Corpo de Hinokishin Internacional é promovido pela Associação dos Moços, Seinenkai Honbu e acontece a cada três anos em Jiba. Todos devem se lembrar que no Tsukinamisai de março deste ano, tivemos a presença do diretor do Seinenkai do Brasil, Diogo Nakashima, explicando e convidando os jovens para participarem do evento.
O Corpo de Hinokishin foi realizado do dia 18 a 24 de julho e este ano teve a participação de 143 pessoas de 10 países como os Estados Unidos, Havaí, Brasil, México, Argentina, Austrália, França, Taiwan, Coréia do Sul e Nepal.
Esta atividade tem como finalidade reunir os jovens membros do Seinenkai de países do estrangeiro para dedicarem a sinceridade em Jiba e também fortalecer os laços de amizade com pessoas de todo o mundo.
No dia 18, os jovens começaram a se reunir no alojamento n° 12, trazendo as suas bagagens. Na Cerimônia de Abertura, o Shimbashira-sama que é o presidente mundial do Seinenkai explicou sobre o início do corpo de hinokishin e disse o seguinte: “tanto o corpo de hinokishin do Seinenkai e este corpo de hinokishin internacional, os dois tem o mesmo significado que é continuar fazendo o hinokishin até o dia da conclusão de todas as obras do Oyasato Yakata.
Dentro da nossa fé, a prática do hinokishin é algo que não pode deixar de existir. Quando estiverem se dedicando ao hinokishin, desejo que se esforcem em buscar cada vez mais a intenção de Deus-Parens e também para pacificar o próprio espírito.”
Disse também que todos regressaram a Jiba por ter havido o desejo de Deus-Parens, por isso, através do hinokishin, agir de maneira para corresponder a essa intenção e ao final explicou: “apesar da diferença de língua e de cultura, todos são associados do Seinenkai, por isso devem se esforçar no dia a dia para que Deus-Parens possa aceitar a sinceridade e com união e harmonia espiritual, aproveitassem ao máximo o período do hinokishin.”
A partir do dia 19, divididos em grupos, todos iniciaram o hinokishin em diversos locais de Oyasato. Como antecede o Kodomo Ojiba Gaeri, muitos foram para locais onde eram feitos os preparativos das atividades para a crianças.
Pelo menos, uma vez durante a semana, cada grupo foi até as montanhas Jatani, na província de Nara, local onde existe uma reserva de árvores da Sede da Igreja. Muito tempo atrás, foram plantadas muitas árvores nessas montanhas para futuramente serem utilizadas nas obras de Oyasato, como por exemplo na construção do shinden.
Assim, como o trabalho é pesado, os jovens se esforçam bastante para fazer a manutenção das árvores, tiram as toras caídas e fazem a limpeza do terreno.
A noite, escutam palestras, fazem treinos de Otefuri e instrumentos sagrados além da confraternização com os demais jovens de outros países.
O Seinenkai do Brasil, tinha feito a determinação de 60 participantes, como uma meta pelo fato do Dendotyo ter comemorado no ano passado, 60 anos de fundação. Graças ao empenho de todos, o grupo do Brasil foi o maior de todos os países, chegando a 63 pessoas.
No último dia, todos os participantes participam de uma festa juntamente com o Shimbashira-sama, presidente mundial do Seinenkai. É uma imensa alegria para todos e o sentimento de ter dedicado o suor do hinokishin em Oyasato.
Além disso, a partir do dia 26 de julho, teve início o Regresso das Crianças a Jiba, Kodomo Ojiba Gaeri, promovido pela Associação Infantojuvenil, Shonenkai Honbu. Este ano o Brasil participou com mais de 30 pessoas entre crianças e encarregados.
As crianças do Brasil, juntamente com a dos Estados Unidos, Havaí, Coréia do Sul e Taiwan, formam o Corpo de Hinokishin. Além de se divertirem com as atividades, as crianças também fazem hinokishin de servir chá gelado em tendas espalhadas por toda a Oyasato, em diversos pontos de atividades.
Como sabem, julho é pleno verão no Japão. Assim, o calor é intenso. O hinokishin consiste em servir chá gelado para os participantes e adultos acompanhantes que participam das atividades do Kodomo Ojiba Gaeri.
Esta é uma oportunidade para que desde cedo, as crianças também possam dedicar a sinceridade através do hinokishin em Oyasato, ou seja, plantar boas sementes para se tornar méritos e virtudes no futuro.
         Bem, estas foram as explicações das atividades realizadas em Jiba no mês passado, onde tivemos a participação de várias pessoas do kyokai.
         Agradecendo a presença e a participação de todos e também dos deliciosos pratos trazidos para o naorai que vamos fazer logo em seguida comemorando os 32 anos de inauguração do shinden, termino as minas palavras. Muito obrigado.

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Boletim de julho de 2012



Palestra de julho de 2012


本日は、教会の7月の月次祭を滞りなく勤めさせて頂き、誠にありがとうございました。
今日は伝道庁巡教ということで、庁長様の親心を頂き、お忙しいなか伝道庁主事渡辺与雄先生、随行シアノルテ教会長木村義和先生のお入込を頂き、心からお礼申しあげます。誠にありがとうございます。
又、皆様方には、月々の教会の御用の上に勇んでおつとめ下さり、特に、教会の60周年にむけて、真実をお寄せ頂いております事をお礼もうしあげます。ありがとうございます。
只今から、ポルトガル語で木村先生が立教179年(2016)1月26日に教祖130年祭が執行されるにあたり、教祖の年祭を迎えさせて頂く三年千日を仕切って、布教活動を始めるために、お話をして頂きます。
その後、日本語で渡辺先生がお話をしてくださいますので、どうか最後まで、しっかりお聞き取りくださいますうよろしくお願い申しあげます。

Acabamos de realizar alegremente o Serviço Sagrado e a Dança das Mãos referente à Cerimônia Mensal de julho do kyokai. Os meus sinceros agradecimentos a todos os senhores que, deixando os compromissos e afazeres do fim de semana, vieram em grande número, reverenciar o Tsukinamisai. Agradeço também a sincera contribuição para as reformas e melhorias visando os 60 anos de fundação do nosso kyokai. Muito obrigado.
         Agradeço também ao Diretor do Dendotyo, reverendo Yoshio Watanabe e ao condutor da Igreja Cianorte, reverendo Yoshikazu Kimura que, mesmo estando atarefados com os trabalhos das respectivas igrejas, vieram no dia de hoje, para realizar a visita de doutrinação do Dendotyo, visando a celebração dos 130 anos do Ocultamento Físico de Oyassama a ser realizado no dia 26 de janeiro do ano 179 da Revelação Divina (2016). Muito obrigado.
         Em primeiro, o reverendo Kimura fará a palestra em português e em seguida, o reverendo Watanabe fará a palestra em japonês. Vamos ouvir atentamente a mensagem a respeito do início das atividades dos três anos, mil dias e a importância da determinação espiritual dessa época oportuna. Gostaria de solicitar  a atenção de todos.


只今は、渡辺先生、木村先生が教祖130年祭にむけて三年千日活動についてお話くださいましてありがとうございました。
この大事な時旬に私どもはじめ、皆様方もしっかりと心に治めて、これからも日々勇んで、2016年1月26日に勤められます、教祖130年祭に向けて、成人をさせて頂き、親神様、教祖に喜んでいただけますようにつとめさせて頂きたいとおもいます。
それでは、これをもちまして7月の月次祭をおわらせて頂きます。本日はどうもありがとうございました。

Acabamos de ouvir as orientações do Primaz, transmitida pelos mestres referente à celebração dos 130 anos do Ocultamento Físico de Oyassama a ser realizada no dia 26 de janeiro de 2016. Desse modo, vamos renovar a decisão de empenharmos ao máximo e trabalharmos com afinco para a concretização da determinação espiritual das atividades dos três anos, mil dias que vai ter início a partir de agora.
Como foi explicado, sobre essa celebração, Shimbashira-sama já disse no início deste ano:
“Os decenários de ocultamento físico de Oyassama não devem ser realizados como algo convencional por terem passados dez anos. Esses decenários são marcos que objetivamos e nos esforçamos nas atividades do decenário em união espiritual de todo o Caminho, procurando contentar Oyassama eternamente viva, mostrando-a a imagem desse resultado que é a nossa evolução espiritual.”
Significa que o decenário não é apenas para ser celebrado só porque chegou a data determinada, como uma obrigação, mas terá significado quando todos nós, em união espiritual, nos esforçarmos e trabalharmos no sentido de contentar Oyassama eternamente viva e juntamente fazermos o crescimento espiritual.
Da mesma forma como aconteceu há 10 anos, fizemos a determinação espiritual do número de pessoas para frequentarem o Curso de Habilitação para Mestre, para receberem o Dom do Sazuke, para o Shuyokai e o Koshu.
         Além disso, como foi explanado pelos mestres, vamos trabalhar durante os próximos três anos para que em 2016, um maior número de pessoas do nosso kyokai possa regressar a Jiba no ano do Decenário.
         A sinceridade dedicada por cada um nessa época oportuna será a origem das graças recebidas posteriormente por cada família e também, estará ligada ao crescimento e desenvolvimento do kyokai. Esse trabalho e esforço de todos em conjunto, unindo as forças para atingir as metas é que resultará também na nossa evolução espiritual desejado por Deus-Parens e Oyassama.
Desse modo, após ouvirmos as orientações através da visita de doutrinação de hoje, vamos iniciar unidos e animados as atividades dos três anos, mil dias para os 130 anos do Ocultamento Físico de Oyassama. Gostaria de contar com a colaboração de todos.
Agradecendo mais uma vez a presença dos mestres, reverendo Watanabe e reverendo Kimura e a participação de todos, termino as minhas  palavras.
Muito obrigado.